Como ter disciplina

Desenvolver a disciplina é como desenvolver um músculo. Você deve treiná-lo aos poucos, sem sobrecarregar. Comece devagar. Faça uma lista de objetivos para esse ano, por exemplo, e trabalhe em cima dele.

Você quer perder peso? Quer ganhar músculos? Quer estudar mais? Quer ler todos os livros que você comprou em 2007 (e não leu nenhum)? Quer trabalhar com mais eficiência?

Abaixo estão algumas dicas para facilitar seu caminho.

 

Aceitação

Chega de se auto-enganar! Pare de ignorar os problemas, achando que vão desaparecer sozinhos. Para ter disciplina em alguma área da sua vida, você deve primeiro aceitar que precisa melhorar. Se você quer ter disciplina para emagrecer, a primeira etapa é aceitar que está com excesso de peso. Se você quer ter disciplina para estudar, primeiro você deve aceitar que precisa estudar melhor para obter resultados melhores.

Parece óbvio, mas é mais difícil do que parece. Você deve ter convicção de que precisa melhorar em algum aspecto e de que a disciplina te ajudará. Não basta apenas saber que está gordo, tem que saber o quanto de peso a mais você tem, saber que sua alimentação é inadequada, etc. Não basta apenas saber que precisa estudar melhor, precisa saber quanto tempo estuda atualmente, quanto deve estudar, qual é a qualidade do estudo, etc.

É necessário visualizar o problema, aceitá-lo e enfrentá-lo. É como um músculo que se desenvolve com o treino: você deve conhecer seu problema com detalhes para que o trabalho sobre ele seja eficaz, para desenvolver uma solução. Assim você não se sobrecarrega e pode desenvolver sua disciplina aos poucos, que é a forma mais eficiente.

Força de vontade

Quando aceitar que existe um problema a ser resolvido, você se enche de uma grande vontade de começar a solucioná-lo agora mesmo, certo? Já quer ir pra academia fazer exercícios ou comer os livros, né? E o que acontece depois de um (curto) tempo? Você se desanima, sua força se esvaecendo, até que você pára. Quantas vezes você já começou a frequentar a academia mesmo?

O que acontece é que você foi tomado por uma força de vontade e você a usou para atacar o problema. Nada de errado nisso! Essa força de vontade que aparece quando aceitamos e enfrentamos o problema é poderosíssima. Porém, ela é escassa e acaba muito rápido.

O melhor a fazer então é usar esse impulso para atacar as causas e os agravantes do problema, e não o problema em si ainda.

Por exemplo: se você quer peder peso e já está tomado por uma vontade de fazer algo, não vá se exercitar ainda. Ao invés disso, adapte seu ambiente à sua nova vida. Tire do armário todos aqueles doces, aquela comida que você sabe que vai te tentar durante sua dieta. Apreveite essa força para comprar comida saudável, para se inscrever em programas de emagrecimento numa academia, fazer um planejamento para sua semana.

Força de vontade é poderosa porém escassa. Portanto deve ser usada de maneira inteligente, de forma sustentável, para atacar os agravantes do problema e não o problema em si.

Se você quer estudar melhor e já está tomado por uma vontade maluca de começar a ler um livro de 500 páginas do início, se segure. Antes disso, use essa força toda para se preparar. O que atrapalha seus estudos? Por que seu estudo não rende? Aproveite sua força de vontade e escolha um lugar melhor para estudar ao invés de usar seu quarto, com sua cama no lado da mesa. Nesse novo lugar, arranje uma mesa e uma cadeira confortáveis, organizadas. Leve para esse novo lugar apenas o material que for utilizar no estudo. Tire a TV e o rádio de perto. Nada poderá te atrapalhar. Faça desse lugar um santuário, um ambiente sagrado que só sirva para estudar.

Desse modo, você utiliza aquela força de vontade inicial de forma sustentável, pois lida com os agravantes do problema e facilita seu progresso.

Escolha seu objetivo, crie um plano de ataque e o execute. Use sua força de vontade para cercar o problema e os próximos ítens para atacá-lo diretamente.

Trabalho Duro

Depois de preparar o terreno, é hora de ralar. Aquela sua força de vontade inicial pode até já ter acabado, mas como você se preparou, vai querer continuar porque sabe que o problema ainda existe e já está cercado. É hora do trabalho duro.

O trabalho duro é sempre mal-visto porque a maioria das pessoas pensam nele como algo doloroso ou desconfortável. Mas não é assim. Trabalho duro é um desafio e a chave para o sucesso é aprender a aproveitar o trabalho árduo e gostar de desafios, não pensando só na parte ruim, e sim pensando nos bons frutos que ele lhe rende.

Como as pessoas evitam trabalho duro, sobram muitas oportunidades e pouquíssima concorrência. Essa é a hora de aproveitar. O trabalho duro é recompensado no longo prazo. E não há atalhos.

Uma maneira de ajudar durante essa fase é criar novos hábitos. Os hábitos colocam nossas ações (fáceis ou difíceis) no piloto automático. Desse modo, o trabalho duro torna-se mais prazeiroso. Explicarei sobre como criar hábitos no próximo post.

Trabalho Operacional

Mas além do trabalho duro, há aquele trabalho operacional, que não é difícil, mas que é chato e exige tempo. Essa trabalho operacional, se não tiver a atenção merecida, pode pôr tudo a perder. Porque por ser um trabalho chato, não damos importância, e ele começa a crescer e se acumular.

Para desenvolver a disciplina, temos que dar atenção tanto ao trabalho duro quanto ao trabalho operacional, para evitar que ele acabe se tornando também um trabalho duro. E você não precisa disso.

Quer um exemplo? Pague suas contas em dia. Pagar contas é uma tarefa simples, repetitiva, que não exige nenhum intelecto e é extremamente chato. Mas deve ser feito, é importante. Se você deixa atrasar, deverá pagar só em determinadas agências, não poderá mais pagar pela Internet, e etc. O problema cresce, ao invés de desaparecer, e isso pode afetar seu progresso.

Persistência

E por último: persista! Persistir é proceder com suas ações independentemente de suas emoções. Reflita novamente sobre o problema, que ele deve ser resolvido. Mantenha-se focado e trabalhando duro. Desse modo você mantém resultados e se auto-motiva.

Mas desistir também é parte do processo, quando necessário. Não dá para trabalhar duro por algo que não faz mais parte de suas prioridades. Então reflita continuamente sobre seus objetivos. E se sentir que não era o que esperava ou que o objetivo já não faz mais sentido, desista. Sem culpas. Parta para o próximo objetivo e comece do zero.

About these ads

13 Respostas para “Como ter disciplina

  1. Era disso q eu estava precisando!!! a net me consome, e eu qro ser webdesign!! A não ser q a internet pare de funcionar de vez, não consigo trabalhar com os programas gráficos!!!

    Vou tentar de td!!

  2. Adorei as dicas, vou começar agora mesmo….

    Anônimo…

  3. Gostei muito do post. Me ajudará muito!

  4. esse é um texto que devemos estar lendo diariamente, para que nunca fujamos dos princípios falados nele.
    Já considero vitoriosos os que foram atrás de um artigo com esse assunto “disciplina”, pois é um ótimo começo.Isto demonstra que não estamos contentes com a situação atual que estamos vivendo, e que queremos mudar.

  5. Gostei bastante deste post. Me parece que a cada dia se torna mais comum termos dificuldade em nos disciplinar. Penso que para melhorarmos isso, é com certeza fundamental seguir senão todas, pelo menos a maioria da dicas acima. Estou começando esta nova fase ao me auto-disciplinar em relação aos estudos, vou trabalhar duro para conseguir chegar ao meu objetivo.
    Ao autor, um muito obrigado pelo Post.

  6. Disciplina… Eis a barreira. Um dia eu a vencerei.

  7. Embora esteja muito bom o texto, o conceito de trabalho operacional me pareceu um tanto obscuro. Por favor, dê mais exemplos, ok?
    Grato

  8. Gostei muito do que li e pretendo colocar em prática. Parabéns ao autor!

  9. Esse texto fez eu refletir sobre minha auto-disciplina, tento ser disciplinado à anos porém essa organização vai e vem, que nem uma maré ,e eu sempre fico em dúvida de quais são as causas reais e o que fazer. O importante mesmo é continuar lutando e resistir aos problemas.

  10. Muito legais as dicas. Ando precisando estudar e me alimentar melhor.

  11. texto simplista.

  12. Inga Meyer

    suas dicas são ótimas, poderiam estar publicadas em um livro, ou então gravadas em um CD para eu ouvir nos momentos necessários.

  13. Esse post criado em 2008 foi ótimo para mim. Agora que está chegando 2013 estou com o objetivo de ter mais disciplina, pois assim poderei estudar melhor e me organizar para ter tempo para a musculação também.
    Muito obrigado pelas dicas!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s